sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Capitulo 29

O advogado disse:

 - Tenho certeza que esta fazendo a coisa certa senhora Hudgens.
 - Já eu não tenho tanta certeza - disse entre os dentes.
 - Entrarei em contato com seu ex-marido logo logo, assim que possível trago mais noticias.
 - Eu lhe acompanho - disse Alex lavando o advogado ate a porta.

Vanessa sentou no sofá, colocou a mão na cabeça e começou a chorar desesperada. Ao ouvir o som da porta bater, limpou rapidamente as lagrimas, Alex se aproximou dela e disse:

 - Sugiro que pare com esse drama, vai ser melhor assim. - limpou algumas lagrimas de seu rosto
 - Vou pro meu quarto. - disse se levantando e indo pegar seus filhos com a baba
 - Não, vamos ficar aqui igual uma família feliz. - disse em tom autoritário
 - Me diz uma coisa, o que você ganha fazendo isso? - ela se virou para ele.
 - Simples. - fez uma pausa e foi ate ela. - você.
 - Você fala isso como seu eu fosse um premio.
 - E não é, uma mulher linda, sexy, talentosa, carinhosa. Ganha o mais forte.

Vanessa revirou os olhos e foi pega Gabi e David. Iria ficar com os filhos todo o segundo possíveis. Alex era capaz de tudo. O orgulho, posse, ciumes, todos os sentimentos tomaram sua cabeça.
Naquele momento Zac não tinha atitude alguma, só pensava o que poderia esta acontecendo com Vanessa. Ele já havia ligado para todos, os amigos, parentes, vizinhos, colegas de trabalho. Nada, nem ninguém sabia dela, ou dos meninos. ~A campainha tocou. Zac se levantou em um pulo na esperança que fosse Vanessa.

 - Sim? - disse um pouco decepcionado.
 - Bom dia senho Efron, sou Carlos Magno. Advogado. - Zac concordou - Venho aqui a pedido de sua esposa...
 - Você sabe dela, onde ela esta? - Zac o enterromepeu
 - Ela esta bem, melhor. - retirou um envelope da pasta - Decidi que será melhor entregar isso diretamente a você.
 - Mas o que é isso? - disse assim que pegou o envelope
 - Um pedido de divorcio.
 - O que?
 - Isso mesmo, sinto em dizer, mas ela achou alguem melhor, e o senho também achará. Tenho certeza.
 - Perai, isso só pode ser pegadinha. - olhou ao redor - Eu sei que tem alguma camera escondida, pode sair dai, acabou a palhaçada.
 - Acha que eu estou brincando? Olhe o documento, com a assinatura da sua esposa, ou melhor ex-esposa.

Zac abriu o envelope, e se surpreendeu, era sim a assinatura de Vanessa. "Como ela pode fazer isso comigo?". O advogado explicou a situação para Zac, que ainda estava sem entender nada. Poucos minutos após a saída do advogado, a campainha tocou de novo. As esperanças de Zac foram-se embora ao ver Hanne.

 - Oi bebe. - disse entrando na casa.
 - Sai daqui.
 - Quanta violência. Saiba que sua querida esposa esta lá, morrendo de prazer com outro.
 - Sai daqui, já. - gritou.
 - Você fica tão bonitinho com raiva. Mas agora falando serio, eu avisei que a Vanessa não era a mulher ideal pra você, você devia aprender a escolher melhor, talvez alguem como eu.

A paciencia de Zac estava se esgotando, Hanne ali falando aquele bando de baboseiras estava o tirando do serio.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Beem...

Apos tres semanas sem postar, muita coisa aconteceu. Falei que iria voltar a postar dia 23, sim. Mas quero saber se eu voltar vocês vão ler e acompanhar o resto da fic, porque não vai ter a menor graça escrever pra ninguem.
Então, se eu voltar vocês vão ler e comentar???