sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Esperança... Talvez?

Na tarde de ontem, ao ir a uma plantação de abobora, almoçar e buscar um produdo da epson na Best Buy com sua irmã Stella, Vanessa usava o mesmo bracelete que usava em 20 de julho de 2010 na premier de Charlie St Cloud...

Alguém ai conhece esse bracelete?? Eu conheço.
No ano passado, essa bracelete passou a ser visto no pulso de Vanessa, o qual usava em todos lugares que ia, então a equipe do Kuuipo fez algumas buscas e descobriu que o bracelete, ou melhor, o love bracelet, como é chamado, possui toda uma lenda explicando seu significado.

No verão de 1969, Aldo Cipullo, um jovem designer do staff da Cartier criou uma peça inspirada num prática medieval que o intrigava: os guerreiros antes de sair pras batalhas, muitas vezes trancavam as esposas pela cintura com cintos de castidade de ferro para mantê-las fieis. Ele então teve a ideia de criar um símbolo moderno dessa tranca e desenhou uma pulseira com parafusos chamada "Love Bracelet", que vinha com uma pequena chave de fenda pra abrir e fechar. 
Conta a lenda que a directoria da Cartier rapidamente pegou o espitiro da peça e lançou o produto com uma politica de vendas inédita: nenhum cliente tinha permissão pra comprar uma Love Bracelet pra si! Isso mesmo, a marca bateu o pé e disse que ninguém estava autorizado a comprar uma pro seu próprio punho.

 Ou seja, estava claro que o bracelete no pulso da Vanessa não podia ser presente de ninguém mais que não fosse Zac. ( Essa chave de fenda e a tranca simbolizam uma relação fiel de compromisso)
A primeira vez que Vanessa usou esse bracelete foi em 17 de Julho, porem só foi percebido em 20 de julho  na premier de Charlie St Cloud.


Sem querer dar falsas esperanças, nem a mim, nem a vocês... mas sera que isso significa algo?

terça-feira, 27 de setembro de 2011

DIVULGUEM!!!!!

Oie.. posso pedir um favor??? Divulguem meu blog??:D
http://vanessahudgensfashionblog.blogspot.com/
Please..
XOXO
ps: não esqueça de comenta no capitulo anterior ok.. :)

Capitulo 20 + Divulgação..

Primeiro vou divulgar o blog da Alexia.. (a fic promete ser boa hein?)

Passem lá.. xoxo
Agora o capitulo..

Os dias fora passando, Zac melhorando e a barriga de Vanessa crescendo. Zac e Vanessa estavam mais felizes e unidos do que nunca, dês de que Zac saiu do hospital não falaram mais sobre Hanne ou Alex, só falavam sobre Gabriella e David, os dois amores da vida deles. Zac estava pensando em pedir Vanessa em casamento, para que nunca mais se separassem, para que permanecessem felizes para sempre. Bem "para sempre" é muito tempo, mas talvez ate o fim de suas vidas.

 - Bom dia minha princesa - disse Zac acordando Vanessa.
 - Bom dia meu amor - sorriu. Riu.
 - O que foi? - perguntou Zac sem entender
 - Sei lá, não parece real, parasse que estou sonhando. Um conto de fadas talvez.
 - Nosso conto de fadas - beijou seus lábios.
 - Eu te amo.

Os meses foram passando, Vanessa estava entrando no 5 mês. Zac não poderia esta mais feliz, estava acompanhando passo a passo a gravidez de Vanessa, Vanessa estava radiante, estava deslumbrante gravida, Zac seria o pai mais babão do mundo, algumas vezes deitava ao lado de Vanessa, e conversava com os bebes, algumas vezes eles respondiam com um chute.

2anos atrás
 - O que espera do futuro? - disse Vanessa sorrindo.
 - Não sei - aconchegou ela em seus braços. - Dois filhos talvez, eu e você em uma bela casa na beira da praia, só nos e os meninos, ninguém mais. E você?
 - O mesmo, mais um pouquinho mais, só nos, os meninos e o nosso amor que permanecera eterno.


O que eles conversaram naquela praia na Carolina do norte, em uma noite de lua cheia, estava se concretizando por fim, "só nos, os meninos e o nosso amor que permanecerá eterno" sussurrou Vanessa ao lembrar se daquele dia.
Em quanto Vanessa tomava banho, Zac ligava para a recepção pedindo o café deles.
Zac estava preocupado com tudo na gravidez de Vanessa, alimentação, bem estar, tudo nos mínimos detalhes. No café da manha ela comia alimentos saldáveis e balanceados, o mesmo vale para as outras refeições. Ela gostava dos mimos de Zac, mas as vezes passava do limite.

 - Amor vou sair. - disse procurando uma roupa.
 - Ei, ei, vai aonde?
 - Fazer compras prós bebes.
 - Você tem que descansar.
 - Estou mais do que desncasada.. Preciso andar um pouco.
 - Tudo bem, mas eu vou com você.
 - Serio? - riu - Você odeia fazer comprar.
 - Errado, odeio é carregar sacolas, mas tudo bem.
 - Oh meu bebe. - se aproximou perto dele apertou suas bochechas e o beijou depois.

Vanessa colocou um maxi dresses da Burberry e uma sapatilha, Zac uma roupa social, jeans, camisa de manga e uma jaqueta. Vanessa passou por zilhoes de lojas, Sack's (na fifth aveune), Bonpoint, Gap, Little Me, Crewcuts. Comprou coisas que seriam fundamentais, carrinhos de auto, carrinho de gémeos, cadeira para papinha, berço. Vanessa estava tão animada para decorar cada cantinho do quarto dos filhos, cada cm do quarto seria decorado por Vanessa e Zac.

Hello Peoples.. :)
O que acharam???
Fofo?? Péssimo? Ruim?? Maravilhoso???
Comentem muito.. 
obs: amanha não sei se vai dar pra postar, porque vou ter que arrumar o cenário do auditório da escola para a apresentação.. Se der de noite eu posto, se não der sexta... ok... 
remember: TEN COMENTS
xoxo

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Hello??? Cade vocês??

Ei pessoal o que ouve?? Não gostaram do capitulo ou me abandonaram?? :'( Poxa deixei de fazer muitas coisas sexta como ir ao shopping com meus amigos, e comer subway pra vim aqui postar, e o que recebo e seis comentários?? (MUITISSIMO OBRIGADO A QUEM COMENTOU) Sei que fiquei muito tempo sem postar... Mas não e por isso que vou abandonar o blog. 
Eu não postei no final de semana esperando mais comentário, (tentei) prometer a mim mesma não escrever isso, deixar com que vocês percebessem por conta própria, mas adoro escrever aqui, e escrever pra ninguém não tem graça nê??
Então bora lá povo... Vamos comentar..
XoXo

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Capitulo 19

Oiee.. a enrolada ta de volta.. (ou bem vou tentar lol) Esta ficando cada vez mais difícil vim aqui escrever, não por falta de criatividade, mas sim por falta de tempo. Agora (não sei porque diabos fiz isso) mas me coloquei na dança na apresentação que vamos fazer... E na semana que vem vamos ensaiar mais, já que estamos quase na reta final, vou tentar fazer de tudo para postar todos os dias ok??


A falta de noticias da parte dos médicos era agoniante, Vanessa andava de um lado para o outro, desesperada, nervosa e preocupada. Pouco depois de darem entrada no pronto socorro, Vanessa ligou para a mãe, e os pais de Zac - que mesmo não estando na América ficaram souber angustiados e preocupados com o filho - Gina tentava acalmar a filha, que ainda andava de um lado para o outro.
Assim que o medico saiu do corredor, Vanessa foi ate ele e disse:

 - Com Zac esta?
 - Esta bem, agora. A cirurgia foi um pouco delicada, mas Zachary esta fora de riscos.
 - Posso ve-lo?
 - Ele precisa... - Vanessa o interrompeu
 - Por favor?
 - Tudo bem

O Medico indicou o quarto e Gina foi conversar com ele para obter mais informações. A porta do quarto estava entre-aberta, Vanessa abriu a porta devagar, Zac estava desacordado ainda devido anestesia, ela se aproximou dele, sentou ao lado da cama. Por um momento veio em sua mente em beijar aqueles lábios, se entregar completamente a ele, esquecer o passado e pensar apenas no futuro.
Ficou observando Zac durante algum tempo, ai pensou "o que realmente estou fazendo aqui? E agora?" Ela pegou a bolsa foi ate a porta, sem olhar para trás abriu a porta...

 - Espere. - disse Zac com uma voz franca.
 - Oi - disse com um meio sorriso nos lábios e um ar de "ele esta bem"
 - O que aconteceu?
 - Você foi baleado dentro do seu apartamento.
 - Hanne.
 - Foi ela?
 - Creio que sim, não me lembro bem agora.
 - Como esta se sentindo.
 - Sei la, cansado, com dor, e com dor de cabeça.
 - Vou chamar o medico perai.
 - Hei, promete que vai voltar?

Vanessa olhou para ele, suspirou e sussurrou: "Eu prometo". Vanessa voltou cinco minutos depois, o medico passou um remédio para aliviar a dor de cabeça e a dor no corpo.

 - Preciso falar com você. - disse Vanessa e Zac juntos.
 - Fala primeiro - disse Vanessa
 - Ok. - "Por onde começo" - O que aconteceu no shopping não era verdade, Hanne não esta gravida, achei que estivesse, mas não esta, ela falsificou um teste para mostrar que estava gravida, e nos nunca dormimos juntos, eu estava bêbado ela fingiu que tinha acontecido algo.

Por dentro Vanessa queria se matar, como pode ser tão estúpida a ponto de não acreditar em Zac, "como pude ser tão besta meu Deus, isso estava na cara"

 - Me desculpe. - foi a única coisa que conseguiu falar - Como sou idiota, Zac me desculpe por favor
 - Hei, eu te desculpo, com certeza. - sorriu

Eles começaram a conversar sobre tudo, sobre eles, sobre o tempo que ficaram separados, conversaram como se estivessem se conhecendo hoje, conversaram sem medo ou rancor. Como nos velhos tempos.

 - Zac.
 - Hum?
 - Eu to gravida - ele olhou surpreso - De gémeos, e os filhos são seu.

Zac não sabia se ria, se chorava ou se beijava Vanessa. Escolheu a ultima opção. Vanessa entrelaçou os braços no pescoço de Zac e aprofundou o beijo... Matando assim, a distancia, a saudade, tudo que os mantia afastados. Nada importava, apenas eles e o futuro.

 - Você esta falando serio? - Zac
 - Sim. - sorriu alegre - Estou de 10 semanas.
 - Dois meses e meio, certo?
 - Sim.

Zac e Vanessa ficaram abraçadinho durante um longo tempo, conversando, trocando caricias, Zac beijando Vanessa e acariciando sua barriga....

O que acharam.. 
Não ficou tão grande mas matou a curiosidade de alguns ne???
kk Espero que estejam gostando da fic..
ok?? Se não  gostarem falem!!!
XXX
(10 comentários)

terça-feira, 20 de setembro de 2011

SORRY

Primeiro eu quero pedir UM ZILHÃO de perdões.. To SUPER coupada.. Hoje fiquei na escola ate as seis... Amanha tenho que ir de novo, e quinta de novo (estou participando da apresentação e estou no cenario e vestuario..) Ainda tenho que fazer uma fantasia pra sexta... To HIPER ocupada..
Se eu consegui, quinta eu posto.. ou amanha se der.
XOXO... SORRY

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sorry

Desculpe por não postar nesses ultimos cinco dias, estou toda atolada.. Ficando na escola o dia todo, participando de uma apresentação que vai ter na escola... Hoje fui tirada de sala duas vezes, por causa disso. kk Por causa do cenario.. Hoje não vai ter capitulo, to morta.. Tava na escola des das seis da manha.. So sai pra almoçar, depois voltei e fiquei ate as quase seis.. To exausta...
Amanha provavelmente vai ter capitulo, so que de noite (de tarde vou ter que ficar na escola de novo¬¬')
XOXO
Please, não me abandonem!!!!

sábado, 10 de setembro de 2011

Capitulo 18

LOL hoje com o post anterior completei 400 postagem (entre posts e rascunhos) LOL² Agora o tão esperado capitulo.. hehe. lol ³

 - Não existe bebe. 
 - Como assim não? - se pós de pé
 - Simplesmente não estou gravida, nos nunca dormimos juntos, você estava bêbado de mais e eu aproveitei essa oportunidade para finalmente ter você, Alex levou Vanessa ate lá e bingo ela viu. - riu. - Saiu tudo perfeito, ate você não me querer mais, então não vi outra escolha.
 - Perai. - colocou a mão na cabeça - Vanessa esta com raiva de mim por nada.  
 - Basicamente sim - riu arrependida (de certa forma) - A culpa de fazer você acreditar que vai ser pai me corroía por dentro, você estava animado por nada. Mas ainda podemos nos casar certo?
 - Não. - gritou. - Você vai comigo procurar a Vanessa e vai contar toda a verdade para ela.
 - Não vou não. 
 - Ah concerteza que vai. 
 - Porque eu faria isso.
 - Porque eu estou mandando - começou a ficar nervoso, como pode ser tão estúpido a ponto de acreditar em Hanne.
 - Sabe porque fiz isso?
 - Não, porque é maluca.
 - Não, eu não sou maluca. Sou apaixonada por você Zac, não entende. - Se aproximou dele - A Vanessa não e mulher certa para você, sou eu. 
 - Tem razão, ela não e a mulher certa, e mais que ideal, é minha metade. Você é louca e fique sentada ai, vou ligar para ela.
Hanne ficou com raiva, se Zac não seria dela, não seria de mais ninguém. Na gaveta da cabeceira da cama tinha uma arma, ela aproveitando a distração de Zac, abriu a gavetinha pegou a arma, colocou-a debaixo da coberta e esperou o momento exato. O celular de Vanessa, chamava, chamava e ninguém entendia.. Na terceira tentativa, Hanne percebeu que ele não iria desistir. Se levantou, ele sussurrou para que sentasse de novo, ela apontou a arma.
Zac não teve nem tempo de correr ou mover-se, disse "O que esta fazendo" e ela "Eu te amo". 

Vanessa estava dormindo naquele momento, acordou e começou a chorar. Sentia um aperto enorme no peito e algo em sua consiensia dizia que devia ir ate o endereço o qual Ashleu tinha passado. Se levantou quase em um pulo, pegou o casaco e a bolsa e saiu rápido de casa, Gina perguntou onde iria com tanta pressa ela nem respondeu e logo estava dentro de um táxi rumo ao apartamento. 

 - Tem como ir mais rápido - disse o taxista 
 - Desculpe mas estamos meio de um engarrafamento. - respondeu com calma
 - Droga. - tirou uma nota de cinquenta dólares da bolsa - Obrigada e fique com o troco.

Ela desceu do carro e correu o máximo que pode, chegou no apartamento disse ao porteiro com quem queria falar, e ele disse o nº do apartamento de Zac, ela entrou no elevador, apertou varias vezes o andar... Quando finalmente chegou lá, a porta estava entre aberta, respirou fundo e entrou. 
Chamou  por Zac, mas ninguém respondia, viu a porta do quarto entre aberta. Abriu metade, gritou e começou a chorar. Aquela foi a pior cena que já viu em sua vida, superava a de Zac na cama com Hanne. 

Ligou para a ambulância, estava desesperada a atendente disse que iram esta lá o mais rápido possível. Vanessa se abaixou ao corpo de Zac, temeu em colocar a mão nele e ele estar morto, então preferiu não saber. Assim que a ambulância chegou uma paramédica acalmou Vanessa e fez algumas perguntas. 

 - Sabe o que aconteceu?
 - Não, quando cheguei aqui ele já estava ali - gaguejou um pouco por causa das lágrimas. - Ele vai ficar bem?
 - Vai sim, ele esta vivo por sorte, se você tivesse demorado mais um pouco para chegar ou nos ligar talvez ele não tivesse chance.
 - Vamos levar ele para o hospital, ele precisa ser atendido urgente, pela gravidade é capaz de precisar auperar.
 - Eu quero ir.
 - É melhor ir para casa, descansar e vamos entrar em contato com os familiares dele.
 - Não eu quero ir, ele é pai dos meus filhos - colocou a mão na barriga.
 - Você esta gravida 
 - Sim. 
 - Outro motivo do porque e melhor ir pra casa.
 - Mas eu quero ir.
Vanessa acabou indo na ambulância, insistiu tanto que a paramédica concordou. Dentro da ambulância Vanessa não soltou a mão de Zac. Mesmo ele desacordado era importante para ela, ele saber que estava ali ao lado dele, que iria enfrentar tudo aquilo juntos. 

Oh Deus, como eu odeio a Cacatua da Hanne 
ps: não me pergunte porque cacatua, vi uma novela uns tempos atras e agora estou com mania de chamar as pessoas que eu não gosto de cacatua (ps: escondido lol)
O que acharam.. Pelo menos esse capitulo ficou maior que o outro...EEE
10 Comentarios para o proximo OK????
Xoxo
I love Ya.. :)

Divulgação + Olha que fofinha

Oiiee vim qui pra duas coisas divulgar o Vanessa Hudgens Fashion Blog e pedir pra divulgarem também (Vou tentar atualizar ele todo ate a manha, vou fazer o maximo possivel, mas podem ir divulgando)

E o segundo motivo foi pra mostra esse cover muito fofo da musica Rolling in the deep da Alede (eu sou laoucamente apaixonada por essa musica, ouço o tempo todooo literalmente)  


Obs: nove comentarios e eu posto o capitulo...
XOXO

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Capitulo 17

Apos a terrível descoberta Vanessa não sabia o que fazer, não sabia se queria sumir, ir pra casa ou simplesmente ficar ali sentada chorando. Mas preferiu ficar alia no central park sentada em um banco sozinha, porque? Porque se fosse pra casa com certeza que sua mãe iria enche-la de perguntas, perguntas as quais ela não queria responder, não naquele momento. Uma senhora que aparentava ter setenta anos sentou no banco ao lado de Vanessa. Ela tentou disfarçar que estava chorando, porem tentativa fracassada, seu rosto estava vermelho, os inchados de tanto chorar. A senhora colocou a mão no ombro de Vanessa e disse:

 - Hei querida, vai ficar tudo bem. Porque choras?
 - Por nada - limpou algumas lágrimas que insistiam em cair.
 - Ninguém chora por nada, mas pela intensidade com qual choras já da para perceber que é por um homem, estou certa?
 - Sim. - gaguejou.
 - Sabe de uma coisa, nenhuma dessas lágrimas dessas que esta derramando valem a pena. Mas mesmo sabendo que não valem a pena, continuamos correndo e sofrendo por eles.

Vanessa conversou com a senhora ate mais tarde. Aquela conversa mudou-lhe totalmente seu ponto de vista. Agora, dali em diante ela seria completamente diferente, iria se empenhar em novos projectos, mudar o visual e se dedicar vinte e quatro horas para seus filhos, Gabriella e David.

 - Oi mãe - disse assim que entrou em casa
 - Graças a Deus, porque demorou tanto? Achei que tinha sido abduzida por Ets.
 - Não, só fui dar uma volta, encontrei o Zac, fiz umas comprinhas e fiquei no parque.
 - Han... Perai encontrou o Zac.
 - Sim. - abaixou o olhar.
 - Ai Deus, pela sua cara da pra ver que não foi muito bom.
 - Hanne esta gravida
 - Filha... - ela não sabia o que dizer, esperava por tudo menos isso.
 - Tudo bem, daqui em diante sou outra Vanessa. Vou viver minha vida e o Zac vai viver a dele, foi assim que o destino quis.
 - Foi assim que ele quis, mas será que é assim que é pra ser?

Vanessa não respondeu e entrou para o quarto, ficou pensando na frase da mãe, o que será que ela quis dizer?... Dois dias depois! Era o dia "oficial" do exame. Hanne estava uma pilha de nervos, estava fazendo de tudo para Zac não ir com ela, dizia que era melhor ir apenas ela. Varias coisas algumas completamente sem sentido.

 - Zac. - chamou Hanne
 - Hum? - virou-se para ela.
 - Tem certeza que quer ir comigo?
 - Absoluta, não perderia isso por nada - Zac estava realmente animado

Hanne respirou fundo, tomou coragem e disse:

 - Zac.
 - Que foi querida?
 - Preciso te contar uma coisa, e preciso que se sente - disse nervosa.
 - O que ouve? Esta nervosa. Sabe que isso faz mal pro bebe... - Hanne o enterrompeu
 - Não existe bebe.

EBAAAAAAAAAAAAAAAA Finalmente eu postei e finalmente essa cacatua contou a verdade...!! 
E agora como será a reação de Zac???
O próximo capitulo vem amanha de noite - porque de tarde vou ter que ir na escola e depois na biblioteca fazer trabalho, obs: esse capitulo não ficou maior porque estou atrasada pra aula (eu não estudo de tarde, estudo de manha).. 
XOXO

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Hello People...

Queria pedir desculpa pela minha ausencia, estou de castigo e so posso mexer no computador um pouquinho, vou tentar fazer de tudo pra postar amanha, mas não garanto muita coisa não.. Ok??? 
Não me abandonem Please!!!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

1º de Setembro de 2005

Seis anos se passaram des do encontro de Zac e Vanessa, encontro esse que mudou suas vidas para sempre. Tudo começou nas audições de High School Musical - porem eles já tinham se visto antes, na estreia de Thunderbirds em Los Angeles Zac na estreia, e curiosamente Zac admite que gostaria de trabalhar com ela - Nas audições de High School Muscial a química foi inevitável, os elogios a parceira de palco Zac não deixava de lado, o primeiro beijo foi na cena final de HSM, porem o diretor achou que estava rapido e cortou a cena - infelicidade nossa. Com o tempo passando, quanto mais eles se conheciam, mais percebiam que tinham muito em comum, começaram a sair com amigos ou so eles e em 1º de Setembro começaram a namorar
Primeiro de Setembro é uma data muito especial para eles e para todos os Zanesa fãs, uma data em qual completam mais um ano de amor e complicidade. Porem, esse amor e complicidade não é mais tão real quanto antes. Mas não deixem de acreditar que o amor que havia entre eles em 2005 mudou ou acabou, eu não acho que acabou, eu ainda acredito no amor de Zanessa e você?
True love never dies... True love lasts forever... True love has no end