segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Capitulo 48

Vanessa chegou no apartamento que já estava todo mobiliado, ela colocou suas malas no chão, e entrou.

 - E tão grande quanto aquele do tio Zac.
 - Não é, - disse confirmando - quer ver seu quarto?
 - Quero. - Manu correu ate lá e disse. - E só meu?
 - Só seu.



Depois de Manu ter dado o piti dela para ver o Zac, combinaram que elas iriam lá de noite. Zac estava no seu antigo apartamento, se lembrando dos bons momentos que ele e Vanessa tiveram lá. Mas seus pensamentos foram interrompidos por uma batida na porta

 - Sim?
 - Cartas para o senhor - disse
 - Obrigada

Zac pegou o bolo de cartas e fechou a porta, as colocou encima da mesa e foi tomar um banho. Quando saiu o telefone estava tocando, era Vanessa, ou melhor Manuella.

 - Alo?
 - Oi tio.
 - Ah, oi Manu.
 - Vamos sair hoje, ir jantar, eu você e a mamãe. Como uma família.
 - Claro.
 - Otimo, passe aqui as nove. Tchau.

 - Mamãe vai arrumar, temos que ficar lindas para o tio Zac.
 - Manuella.
 - Mãe, de mulher para mulher. Você gosta dele nê?
 - Ei, ei, ei, você não acha que esta muito atiradinha para o meu gosto não?
 - Não, só acho que sou madura de mais para a minha idade. Foi isso que a Hannah disse.

Vanessa e Manuella foram se arrumar. Uma hora depois.




 Mais ou menos cinquenta minutos depois Zac chegou, estava lindo como sempre. Eles foram a um restaurante, Zac e Vanessa como sempre trocavam olhares, palavras, gestos, e Manu apenas desfrutava o momento em família. Outras mulheres que ousavam olhar para o Zac, Manu fazia língua para elas. Quando estavam chegando na casa de Vanessa, Manu disse:

 - Era para irmos para a sua casa.
 - Não filha, hoje vamos para casa - disse Vanessa
 - Mas amanha podemos nos ver?
 - Claro - disse Zac.
 - Eba. Boa noite Zac. - disse Manu.
 - Boa noite
 - Boa noite Vane. - disse Zac.

Vanessa entrou no apartamento, colocou Manu para dormi e foi dormi. Zac já por outro lado não conseguia dormir. Quando era mais ou menos uma hora da manha ele estava cansado de não fazer nada, e foi olhar as corespondencias que haviam enviado.

Ele se surpreendeu, todas eram de Vanessa, dizendo desculpas, como estava se sentindo, ou sobre o seu dia sem ele. Ela mandou mais de 26 cartas, quando so faltava a ultima, e mais recente, pouco antes deles se reencontrarem e ela se divorciar de John, ele parou de ler. Acabou dormindo com as cartas na mão...


O que acharam???
9 Comentarios para o proximo!!
xoxo

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Capitulo 47

 - Eu vou sentir sua falta Manu. - disse Natália
 - Eu também - disse manhosa.
 - Promete que vem me visitar?
 - Prometo.

Era o dia de Voltarem para os Estados Unidos. Zac e Vanessa iriam juntos com Manu para Nova York. Onde Zac ficaria três dias e depois voltaria para Los Angeles. Vanessa abraçou Natália e embarcaram.

[...]
Em lugar algum

 - Eu não entendo - disse John a um amigo.
 - O que?
 - O fato de ela ter ser divorciado.
 - John meu caro, ela não te ama. Percebi isso no casamento, ela olhou para os convidados, olhou para a porta de depois respondeu. Ela esperava que Zac pudesse vir e dizer a ela para não se casar.
 - O que não aconteceu. - John
 - Esqueça ela. Olha só o tanto de gata. Estamos na França. Curta a vida.

[...]
No avião.

 - Estamos chegando - disse Manu pela milésima vez.
 - Não. - Vane
 - Tio Zac estamos chegando?
 - Vamos fazer um jogo?
 - Qual? - Manu
 - Quem ficar calado ganha... - iniciou Zac
 - Se eu ficar calada você tem que beijar a mamãe.
 - Manuella onde você esta aprendo isso?
 - Sozinha

Manuella sorriu e ficou quetinha, tão quetinha que ate dormiu. 
O resto da viajem foi tranquila. Manu não ficou falando sem parar. Quando desembarcaram em Nova York Manu ficou correndo de um lado para o outro no aeroporto.

 - Onde vamos agora? - disse Manu - Sabe o que eu quero fazer? - disse sorrindo.
 - Onde você quer ir? - disse Zac
 - Tomar sorvete
 - Vamos - disse Zac

Enquanto Zac comprava o sorvete com Manu, Vanessa ficou observando Zac com Manu, ele era tão cuidadoso com ela, carinhoso, amável. Por momentos ela pensou em falar para Zac que Manu era sua filha, mas por outros pensou que ele iria odiá-la por não ter contado antes.

 - Não vai querer mamãe?
 - Não, brigada amor.

Depois de irem a vários lugares, eles foram na casa de Ashley. (ps: eu esqueci de citar, mas a ashley tinha uma filha, de um ano e sete meses, Brooklyn) 

 - Que saudades - disse abraçando Ashley.
 - Eu também senti sua falta - Ash - Reataram?
 - Não, - Vany - apenas não estamos mais brigando.
 - Oi - disse Manu aparecendo entre Vanessa e Ash.
 - Oi. - disse Ash.
 - Quem é você - disse Manu. - Sou Manuella
 - Eu sei, sou Ashley

Depois de conversarem. Zac levou Vanessa para o apartamento dela, e foi para o seu.

 O que acharam??
 Comentem bastante

xoxo

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Capitulo 46

 - Sua filha?
 - Não. - disse Zac olhando Manu penteando o cabelo da boneca
 - Ela é linda - disse a mulher passando a mão no cabelo de Manu - E é sua cara. Como é o nome dela?
 - Manuella.
 - Ela ainda é sua cara.

Vanessa voltou e se sentou ao lado de Manu e entregou a ela o potinho com o sorvete. A mulher se levantou e saiu, Vanessa seguiu ela com os olhos.

 - Você esta com ciumes? - disse Zac rindo a feição de Vanessa
 - Eu? - disse ela (alguem ai assiste Big Brother? Imaginem a cara que a Maria fez quando estava discutindo com a Adriana - Eu ri de mais.)
 - É você.
 - Claro que não.
 - Sei. - ele riu.

Começou a chover, Manuella ficou correndo de um lado para o outro, Zac teve que ir busca-la para conseguirem voltar para casa. Elas ficaram na casa de Zac novamente, nem um dos dois, ainda tomou coragem para falar da noite anterior, e eles esqueceram um detalhe muito importante.

Tres Semanas Depois.

Vanessa já tinha assinado o divorcio, e esta agora oficialmente solteira, John desistiu dela, não havia nada que ele pudesse fazer, ela já havia tirado todas as suas coisas. Zac iria voltar para Los Angeles, dentro de alguns dias, e Vanessa resolveu voltar para Nova York.

 - Tio Zac, você vai morar com nos? - disse Manu enquanto ela e Zac entravam na loja de brinquedos.
 - Não, eu vou para Los Angeles, e você a mamãe, para Nova York.
 - Mas você vai para Nova York com nos nê?
 - Vou.

Manu ficou escolhendo brinquedos.

 - Tio Zac, qual? O coelhinho ou o patinho 
 - O coelhinho.

Manu ficou andando na loja e quando voltou viu duas mulheres falando com Zac, ela entendeu que isso era uma "situação de perigo". Ela chegou perto de Zac e das duas mulheres e disse:

 - Tio Zac vamos a mamãe ta esperando - disse Manu olhando furiosa as duas mulheres
 - Oh que gracinha. - disse a loira - Sua filha?
 - Sim - disse Manu sorrindo, e tentando tirar Zac de la

Quando Manu conseguiu fazer com que Zac saísse da loja ela disse:

 - Você estava em uma situação de perigo.
 - Que?
 - E quando alguém quer se aproximar de você.
 - Ta legal, vamos que a sua mãe ta esperando.

Ahhh o capitulo esta péssimo não esta??
O que vocês estão achando da historia?
Comentem!! ;)

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Capitulo 45

Quando chegaram na casa de Zac, Manu correu de um lado para o outro. A casa era imensa aos olhos de Manu, ela mexeu em tudo, porta retratos, controles, tirou tudo, mas tudo do lugar

 - Sua casa é muito grande. - disse ela gritando - Mamãe vamos nos mudar pra cá?
 - Eu adoraria - disse Zac olhando Vanessa

Vanessa riu sem graça e Manu continuou mexendo nas coisas.

 - Sabe de uma coisa - disse Manu subindo no sofá. - Sua casa é melhor que a do chato do John.
 - É mesmo.
 - É. E o melhor de tudo. O safá da pra pular - disse pulando no sofá - Ah e outra coisa. Você pode beijar a mamãe ta? Só você o John não.
 - Eu posso? - disse Zac olhando Vanessa
 - Pode - disse Manu - Não pode mamãe?
 - Quem sabe. - ela riu.

Vanessa deu banho na Manuella e colocou ela apenas de fralda e quando voltaram para a sala Manu disse:

 - Tio Zac, podemos dormir aqui sempre?
 - Claro, vai ser um prazer - ele respondeu olhando para Vanessa - Mas agora acho que esta na hora de alguém dormir.
 - Boa noite - ela beijou o rosto dele

Vanessa voltou para a sala após conseguir fazer Manuella dormir.

 - Zac, me desculpe. - disse Vanessa - Naquela época eu estava confusa, não tinha entendido nada. Acon...

Zac a beijou. Sem permitir que ela prosseguisse pegou-a no colo e levou para seu quarto, ambos sem falar nada, apenas se beijando lenta e apaixonadamente. Zac colocou Vanessa na cama e tirou a própria camisa. Não resistiram, se entregaram ao amor que sentiam, se embolando pelos lençóis, perdendo o fôlego. Gotas de suor, murmúrios de prazer e felicidade eram soltos pelo ar. Ele estava por cima dela, e olhou-a nos olhos, quando a fez sua.

[...]

  Vanessa acordou junto a Zac, olhou para ele e viu que ainda dormia sereno, recuperando as forças, após a noite anterior. Se levantou, e foi tomar um banho. Colocou uma camisa de Zac e foi fazer o café. Quando ele acordou viu que ela não estava ao seu lado, e foi procura-la. Na cozinha ela não estava, foi ate o quarto onde Manu estava dormindo, e la estava ela, acordando Manu. 

 - Bom dia tio Zac - disse Manu se sentando na mesa
 - Bom dia Manu. - disse ele - Vane, bom dia - ela deu um beijo no rosto dela e se sentou.
 - A mamãe já fez o café ela sempre faz.
 - Eu sei. - disse Zac
 - E o café dela e muito bom.
 - Concordo.

Depois do café eles ficaram na sala brincando com Manu.

 - Olha a foto - disse Vanessa com a camera na mão.
 - Xix.

  Após varias brincadeira, Zac levou Vanessa e Manu de volta a casa da Natalia, Manu como sempre não queria ir. Vanessa iria se encontra com o advogado, e então Zac disse que ficaria com Manu. Manu sem nem pensar, aceitou. Vanessa colocou um vestido nela e se arrumou, para encontra com o Advogado.
  Depois do encontro com o advogado, ela foi encontrar com Zac e Manu.

 - Daqui duas semanas estarei oficialmente divorciada - disse Vanessa
 - Quer dizer que você vai poder ficar com Zac?
 - Quem sabe - disse Vanessa
 - Espero que sim.
 - Só se comportar. - disse Vanessa antes de ir ate o carrinho de sorvete.

Uma mulher com um bebe no colo sentou ao lado de Zac e disse:

 - ....

Será que ainda há uma chance? Ou não
Gostaram? :D
Comentem

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Divulgação

Esse é o blog da New
Ela esta começando agora, mas a fic promete.
Passem lá.
xoxo

Capitulo 44

Ao chegar na casa de Natalia, Manu pula no colo de Vanessa e diz:

 - E agora podemos ver o tio Zac? - disse animada
 - Podemos, vou ligar para ele
 - Eba. - ela saiu pulando pela casa a fora - Vamos ver o tio Zac, a mamãe gosta do tio Zac
 - Filha
 - O que?
 - Quietinha
 - Mas admita, você ama o tio Zac
 - Um pouquinho.
 - Não um pocão.
 - Ta um pocão.

Estava decidido, ele iria busca-las no endereço e irem ao parque. Manu estava toda animada, mal sabia ela que o "tio Zac" era seu pai.

 - Nossa esta indo para uma festa? - brincou Natalia
 - Não. - disse Manu - A mamãe disse que menina bonita tem que andar arrumadinha, mas cai entre nos esse sapatinho não vai durar nem um minuto no meu pé

Em alguns minutos Zac chegou, Manu correu ate ele e disse:

 - Estou bonita? - disse puxando a berrada do vestido.
 - Simplesmente perfeita.
 - E a mamãe?
 - Linda como sempre - disse Zac olhando Vanessa
 - Obrigada

No caminho ao parque Manu perguntou.

 - Tio Zac você ama a mamãe?
 - Amo, eu amo muito ela, mas não se se ela me ama do mesmo jeito que antes
 - Ama, ela falou que ama
 - Vanessa ? - disse Zac olhando sorrindo para ela
 - Depois conversamos
 - Que coisa, ta na cara que a mamãe te ama, ela só não admite, ate eu sou mais madura que vocês - ela encostou e cruzou os braços.

Como Manu disse o sapatinho não durou um minuto, nem o cabelinho arrumado. Ela fez tudo o que podia, correu, pulou, caiu, escorregou, etc.

 - O John não se importa de esta aqui agora? - disse Zac
 - Não, estou me divorciando dele
 - Porque? - Zac não conteve a curiosidade e enfim perguntou.
 - As coisas estavam ficando complicadas, ele vivia gritando comigo, implicando com fato de Manu não gostar dele.
 - Mas ele não é o pai?
 - Não.
 - Qu.. - iniciou Zac, mas manu o enterompeu
 - Mamãe, me da um sorvetinho?

Vanessa sorriu e foi com Manu escolher o sorvete, quando voltou disse ao sorvete:  

 - Sorvete sabia que você é muito gostoso? - disse encarando o sorvete - E sorvete sabia que você vai para a minha barriguinha?

Zac riu das caras e bocas de Manu ao tomar o sorvete. Quando estavam voltando para casa Manu disse:

 - Tio Zac podemos ficar na sua casa?
 - Manuella - disse Vanessa - Zac, desculpe
 - Vai ser um prazer.
 - Viu vai ser um prazer. - disse fazendo uma carrinha de anjo -Por favor mamãe
 - Tudo bem - disse Vanessa dando-se por vencida.

Gostaram?
Eu disse que as coisas iriam melhorar..
Comentem...!
xoxo

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Capitulo 43 - MINI

# Love is Louder

No dia seguinte, Vanessa saiu do quarto de Manu e viu que John tinha ido trabalhar, ela foi ate seu quarto e fez suas malas. Ligou para um advogada para cuidasse do divorcio o mais rapido possivel. Quando Manu acordou, ficou com medo de John esta escondido e ficou carregando o Bob e seu ursinho de pelucia atras de Vanessa por onde ela fosse.

 - Filha esta tudo bem - disse Vanessa passando a mão no rostinho dela.
 - Mas eu to com medo dele, eu sempre disse que ele era do mal, e você nunca acreditava.
 - Agora já passou esta bem
 - Vamos ver o tio Zac?
 - Depois que terminarmos de fazer as malas

Quando terminaram, o advogado já tinha ido ate a casa de Vanessa, e entregado a ela os papeis do divorcio. Vanessa iria conversar com John sobre isso assim que ele chegasse, por isso deixou Manu na casa da Natalia.

 - Quero me divorciar - disse ela assim que ele chegou em casa
 - Ficou louca?
 - Não
 - Porque isso amor? - disse se aproximando dela
 - Não toque em mim
 - Porque Vanessa
 - Não da mais, você vive gritando comigo, reclama da manuella, fica com ciumes bobo, não da mais.
 - Vanessa, naõ faz isso, é besteira.

Não, besteira e não ter acreditado no Zac - pensou Vanessa antes de responder

 - Não da John, tenho que ir.
 - Mas Vanessa, você vai atrás dele?
 - Vou, vou fazer o que devia ter feito a muitos anos. – disse pegando sua bolsa e indo em direção a porta – aqui esta a carta do divorcio.

Vanessa saiu, e John pensou em ir atras dela, mas sabia que ela não iria voltar atras em sua decisão... Vanessa foi ate a casa de Natalia, e já estava tudo descido. Ela iria para Los Angeles, começar sua nova vida, sem John.

Gostaram??
Comentem...
xoxo

Divulgação

Esse é a nova historia da Laurinha.
É otima, passem lá


Capitulo 42

Quando entraram em casa, John estava na cozinha bebendo, Vanessa subiu para o quarto com Manu, deu um banho nela, e depois de muito tempo conseguiu fazer com que ela pegasse no sono.

 - Como foi com o Zac? - disse ele irónico.
 - Não aconteceu nada de mais. Ele só me trouxe para casa coisa que o meu marido não fez.
 - Já chega Vanessa - ele bateu a mão na mesa e Vanessa se assustou.
 - Não faça barulho Manuella esta dormindo.
 - Que se dane, faço o que quiser - disse ele gritando.
 - Por favor, não quero que ela acorde.
 - Você sabe o que ela disse?
 - Não.
 - Que eu não sou pai dela, que Zac era. O que você anda colocando na cabeça daquela menina?
 - Porque que tudo que acontece dentro dessa casa a culpa é minha? Cansei John.

 Vanessa caminhou ate a sala e John foi atrás com a cerveja.

 - Não fuja do assunto, não quer falar de Zac porque tem medo de eu esta certo e você errada.

Vanessa o ignorou e subiu as escadas. Mas ele a puxou pelo braço ela disse:

 - Esta me machucando John.
 - Otimo, para você ver o quanto eu sofri por dentro enquanto te pegava pensando no Zac.
 - Me largue.
 - Porque largaria
 - John - lágrimas começaram a cair pelo rosto de Vanessa e ele a jogou no sofá.
 - Otimo, agora vai partir para o emocional.
 - John pare. - disse gritando.

John se afastou um pouco de Vanessa e disse:

 - Você não sabe como eu me sentir toda a vez que queria fazer amor com você e você recusava, toda a vez que pegava você olhando para seu celular, esperando que ele tocasse e que fosse o Zac.
 - John eu...
 - Você sente muito não é? É sempre assim.

John ficou em silencio e Vanessa tentou subir mas ele disse:

 - Não disse que podia subir.

Vanessa voltou e se sentou. Era esse os momentos em que Vanessa sabia que era melhor fazer o que ele mandou se não sofrerias as consequencias, Vanessa não aguentava mais isso, era praticamente da semana, John jogava as coisas na cara dela como se ela fosse culpada de tudo que acontece no mundo. Já farta de ouvir ele falar mal dela, Zac, Manuella.

 - Cale a boca - disse Vanessa
 - Como é que é?
 - Eu não sou obrigada a ficar aqui ouvindo você falar mal, de mim, Zac e da minha filha.
 - Não te dei o direito de protestar - disse ele.
 - Tire a mão de mim.

John fingindo não ouvir começou a assediar Vanessa. Que como reação ela deu um tapa na cara dele e saiu correndo e se trancou no quarto da filha

 - Mamãe? - disse Manu.
 - Filha - disse a abraçando

Manuella nunca conseguia dormir quando John bebia e começava a gritar com Vanessa, e nunca pensou em sair do quarto, sempre ficava sentada com a mão no ouvido tentando esquecer as palavras de que ele dizia.

 - Amanha vamos embora daqui. - disse Vanessa..

Tava na hora dela largar John...
Gostaram??
9 Comentarios para o proximo, Comenteem  

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Divulgação

Gente essa é a fic da Sassá..
Ela esta começando agora, mas a fic promete
Passem lá!! :D

Capitulo 41

 - Não sei quem é você mas fica quieto ai - disse Manu rindo.
 - Sou Zac, não se lembra?
 - Zac, Zac.. Zac? - disse ela pensando.
 - Zac Efron. Ah claro você não deve lembrar
 - ZAC - ela deu um grito. - o namorado da mamãe.

Zac sorriu com a frase dela e disse:

 - Isso, mas não somos namorados, apenas velhos amigos.
 - Sabia que a mamãe ainda gosta de você?
 - Não, mas é bom saber - ele riu - Você esta sozinha?
 - Não, o chato do John estava atrás de mim, - disse ela olhando se ele ainda vinha - eu odeio ele - ela sussurrou.
 - Vamos procurar sua mãe.
 - Me da colo? - disse ela fazendo uma carrinha fofa.

Zac pegou ela e o bob no colo e Manu apontou para onde Vanessa estava, quando chegararam lá.

  - Manuella nunca mais faça isso. - disse John a corrigindo.

Manuella fez língua pra ele e disse:

 - Zac esse é o chato que estava atrás de mim.
 - Manuella - corrigiu ele de novo.
 - Onde esta a Vanessa?
 - Ela vai ficar aqui comigo - disse John
 - Não vou não - disse agarrando o pescoço de Zac
 - Manuella me obedeça eu sou seu pai. - disse John autoritário
 - Você não é meu pai, o Zac que é! - disse Manu

Pronto, John já estava farto, ela preferia Zac do que ele, Manuella só havia o visto duas vezes, com essa. Deixou Manuella ali com Zac e saiu do shopping.

 - Você não pode fazer isso - disse Zac de um modo gentil.
 - Eu não gosto dele, e sei que ele não goste de mim. - disse Manuella - Mamãe - gritou ela ao ver Vanessa sair da loja.
 - Manuella? Zac? Cade o John.
 - Foi embora. - disse Manu como se fosse inocente
 - Como assim, ele nos deixou aqui?
 - O Zac leva nê Zac? - disse Manu.
 - Claro.

Vanessa sorriu com a resposta de Zac e pegou bob no colo, já que Manu não queria desgrudar-se de Zac. Durante o caminho Zac e Vanessa trocavam olhares indiscretos, Zac sorria para ela, quando estavam quase chegando em casa Manu disse:

 - Eu não queria vim para casa, quero ir para sua casa Zac. Fica eu, você e a mamãe.
 - Filha John esta nos esperando.
 - Quero o Zac - disse choramingando para ficar com Zac.
 - Amanha vamos ao parquinho - disse Zac tentando fazer ela parar de chorar
 - Quero ficar com você.

Vanessa pegou Manu no colo que se debatia para ficar com Zac, Vanessa se despediu de Zac e entraram...

Gostaraam???
Comenteem...

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Capitulo 40

Vanessa estava em seu quarto, com uma folha e um papel na mão, estava escrevendo uma carta, ela escrevia uma todo domingo. Manuella estava assistindo desenho ao lado de Vanessa diz:

 - O que esta escrevendo?
 - Uma carta - responde Vanessa
 - Para quem?
 - Para um amigo da mamãe. - Vanessa
 - Quem? - perguntou Manu curiosa
 - Zac
 - Quem é esse?
 - Zac Efron, nos vimos ele em Nova York dois meses atrás, lembra?
 - Aquele loiro de olhos azuis lindo pra lá?
 - É - Vanessa riu da frase da filha
 - Você gosta dele?
 - Eu amo o John, Manu.
 - Mas você já gostou dele? - disse como adulta
 - Sim - responde Vanessa
 - O que aconteceu? - disse se deitando para ouvir, mais uma historia.
 - A vida nos separou
 - Não mamãe, é pra você contar como se fosse um conto de fadas - Manu
 - Claro. - disse Vanessa

Vanessa contou tudo, bem quase tudo, contou nas aventuras que passaram, dos momentos. Vanessa sempre escrevia carta para Zac, mas ele nunca as leu, bem ele nunca sequer viu uma carta de Vanessa. Ela mandava para o endereço dele de Nova York. Mas ele nunca mais entrou naquele apartamento. Quando Vanessa terminou de contar a historia Manu já tinha dormido, era sempre assim, na metade de uma historia ela dormia, dependesse do horário.

 - Ainda esta com raiva de mim? - disse John.
 - Não. - disse Vanessa seguindo ate a varanda.
 - Então porque esta agindo assim comigo?
 - Porque você me magoou.
 - Vanessa. Já me desculpei, vamos deixar isso pra lá.
 - Tudo bem.

Ele se sentou ao lado dela e a abraçou.

[...]
Dois dias depois

 - Mamãe eu já estou pronta - disse Manu rodando o vertido.
 - Esta linda - disse John.
 - Mamãe vamos?
 - Vamos. - disse Vanessa pegando a mãe de Manu.

Eles iriam ao shopping, como uma família normal. Manuella insistiu em levar o cachorrinho, Bob. Quando chegaram no shopping Manuella quis andar na frente com Bob.



 - Manu espera. - disse Vanessa
 - Ta.

Após passar por varias lojas, e aprontar muito, Manu ate ficou brincando na vitrine da loja com bob. Enquanto Vanessa pagava a compra John ficou responsavel por Manu...

 - Manuella volte aqui - disse John indo atrás dela
 - Você não me pega - disse ela correndo com bob

Manuella fica olhando para trás e correndo ate que da de cara com um homem, ela começa a rir e agarra a perna dele por trás.

 - Manuella? - disse
 - Não sei quem é você mas fique quieto. - disse Manu rindo.

Gostaram??
Se não estiverem gostando pode falar,
Estou aberta a dicas e sugestões...
xoxo 

Ps: John
Ignorem o fato dele ser loiro e a Manu também.
Alex Pettyfer

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Divulgando

Passem lá :D

Ps: alguém sabia que a V já escolheu que marca que fará seu vestido de noiva?
Olhe lá.

Capitulo 39

 - Sim - disse apos olhar para os convidados, para a porta, para John e para o padre.
 - Então eu os declaro marido e mulher. - disse o padre - pode beijar a noiva

Depois, os noivos e convidados se dirigiram ao local da festa, estava muito bem, decorado Vanessa fez com que tudo ficasse perfeito. Dois dias depois, Zac soube do casamento, estava na manchete do jornal. Ele percebeu que Vanessa jogou a vida pra frente, e que devia fazer isso também.
3anos depois

Tres meses após o casamento, Vanessa deu a luz a uma menininha linda, com olhos claros, e cabelos castanho claro. Zac sabia que Vanessa tinha uma filha, já tinha ate visto ela pessoalmente mas nem passava por sua cabeça que era dele. Manu tinha dois anos e meio, quase três. Ela adiava John.


(Maria Luiza Valdetaro)

 Era um final de semana Manu estava brincando com seus brinquedos quando vai procurar Vanessa, ela chega na sala caracterizada de joaninha e diz:


 - Larga a mamãe, ela é minha - disse jogando a almofada em John
 - Manuella. - disse John a corrigindo.

Manuella fez língua pra ele se sentou no colo de Vanessa. John colocou a mãe na cabeça de Manuella e a acariciou.

 - Tire a mão de mim - gritou Manu.
 - Filha
 - Mamãe ele é do mal - disse Manu manhosa.
 - Ele não é do mal, filha. Ele é seu pai.
 - Não - protestou manu - ele não é meu pai, eu não gosto dele. Só de você.

Manuella desceu do colo de Vanessa e saiu correndo.

 - Eu já volto.
 - Ta - disse John

Aquilo era normal todos os dias, Manuella já havia deixado bem claro que John não é seu pai, e que o odeia, John tentava conseguir o carinho dela, mas nada. Ela ainda o odiava, depois de Vanessa conseguir acalma-la elas foram fazer brigadeiro. John chegou perto de Vanessa que estava no fogão fazendo o brigadeiro e começa a beija-la no pescoço. Manuella olhando a situação de perigo resolveu ganhar a atenção de Vanessa..

 - Mamãe, ata doendo aqui - disse fingindo dor.
 - Onde meu amor - disse John indo ate Manu
 - Mamãe. - gritou ela
 - Fala para o papai onde esta doendo? - perguntou ele
 - Não - disse Manu fazendo bico.
 - Então não esta doendo coisa nenhuma - disse John já cansado do teatrinho de Manuella. - Você é uma menininha mimada isso sim já estou cansado de você - disse com raiva saindo da cozinha
 - Mamãe - disse agora já chorando 
 - Manu. - disse abraçando a filha no colo. 

Vanessa deu um banho em Manuella e a fez dormir. 

 - Precisava falar daquele jeito com a Manuella
 - Estou cansado Vanessa, a dois anos é isso, mesmo quando ela não sabia falar eu não podia tocar nela que ela abria o berreiro.
 - Mas precisava falar com ela daquele jeito, ela tem apenas dois anos.
 - Me desculpe - disse carinhoso chegando perto de Vanessa  
 - Não - disse ela - Você vivi implicando com a Manu deve pedir desculpas a ela, amanha.

Vanessa sair do quarto e se jogou no sofá. Ficou pensando, John por um lado estava certo, Manu dês de bebe não deixava ele toca-la, fazer carinho, abraça-la, nem brincar com ela.

ps: eu passei 3 anos porque se não você siriam realmente me odiar se eu deixasse eles separados por mais capitulos, e logo logo as coisas vão melhorar, garanto..
8 comenatarios para o proximo.
xoxo

Capitulo 38

Era o dia de saber o sexo do bebe. Vanessa estava mais que ansiosas, estava com seis meses. Não aguentava de ansiedade. John foi busca-la no trabalho para irem ao consultório do medico. Chegando lá a medica fez algumas perguntas, básicas, como Vanessa estava se alimentando, como estava se sentindo e blá blá blá.

 - Bem vamos ver se é uma menininha, ou menininho? - disse ela, depois de alguns minutos passando o aparelho na barriga de Vanessa ela diz: - O que preferem?
 - Menino - disse John
 - Menina - disse Vanessa radiante.
 - Pois bem, Vanessa é uma menininha. Parabens.

Alguns minutos após terem descobrido que era uma menininha, ele foram ao Shopping, passear, e fazer algumas compras.

 - E então agora que sabemos que termos uma princesinha, qual será o nome? - disse Vanessa
 - Eu estava pensando em Leticia
 - Eu em Manuella - disse Vanessa
 - Perfeito. Manuella.
 - Te amo. - disse Vanessa
 - Eu também - John.

Vanessa passou em frente a uma loja de roupas de bebe, Tartine et chocolat e ficou encantada com as roupas, e logo puxou John para dentro da loja. Quando Vanessa estava exausta, eles se sentaram na praça de alimentação e comeram McDonalds.

 - Estou ansiosa. Falta apenas um mês para o casamento.
 - Passou tão rápido - disse ele.
 - Eu te amo - disse ela encostando-se nele
 - Eu também..

Quando chegaram em casa, Vanessa ligou para Ashley, queria contar a novidade, Ashley já estava sabendo de tudo, dês do momento em que Vanessa descobriu da gravidez.

 - Pode contar?
 - É uma menina - disse Vanessa afastando o telefone do ouvido devido ao grito de Ashley.
 - Já pensaram no nome?
 - Já, Manuella
 - Que lindo. Amiga estou tão feliz por você.
 - Tenho que desligar, John esta me chanado para dormir. Ah, quando você vem?
 - Daqui uma semana
 - estou te esperando. Beijos
 - Beijos.

A semana passou rápido, ou melhor os dias passaram rápidos, e logo chegou o dia do casamento, Vanessa estava nervosa, Ashley estava com ela. Foi uma cerimonia de luxo em Londres. Vanessa escolheu cada cantinho  e objeto com cuidado. Seu vestido era desnunbrante.

Quando tocaram a musica da noiva todos os convidados se levantaram e Vanessa entrou com sue pai, ela estava feliz. Iria se casar, não com o homem que amava, mas o homem com quem escolheu passar o resto de sua vida.

 - John aceita Vanessa como sua legitima esposa? - disse o padre
 - Sim - disse sorrindo olhando para Vanessa
 - Vanessa aceita John como seu legítimo esposo - disse o padre

Vanessa ficou em silencio alguns minutos, olhou para os convidados e depois olhou para a porta e finalmente disse:

 Gostaram??
Comentem bastante
ps: se não tiver mais de 7 comentarios eu não posto!!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Capitulo 37 - MINI

  Vanessa estava nervosa, estava já no 6º mês. sua barriga já estava um pouco notável, John passava a maior parte do tempo com Vanessa, faltava apenas alguns dias para Vanessa saber o sexo do bebe. John queria um menino, mas para Vanessa poderia ser qualquer um, ela iria amar de qualquer maneira. Eles viviam pensando nos nomes. Se fosse menino já haviam pensando em Alex, Michael, Igor, Miguel, mas sempre mudavam de ideia, já para menina pensaram em Luiza, Victoria, Gabriella, Sofia, varios mas também mudavam de ideia.
  Zac não tinham nem ideia da gravidez da Vanessa, nunca mais a viu, só lia alguma vezes noticias dela pela Internet. Ele estava em um relacionamento com uma modelo, Jessica, fazia um mês que estava com ela. Ele gostava dela, mas sempre que a beijava, ou ficava perto dela se lembrava de Vanessa. Mas fazia de tudo para afastar esse pensamento.

 - Onde estamos, pode me dizer agora? - disse Vanessa impaciente.
 - Claro - disse ele mostrando onde estavam.

No meio de uma estufa, iluminada com luzes penduradas, algumas velas e uma mesa de jantar grande e bonita. Vanessa se sentou e John também. Eles jantaram e depois do jantar John disse:

 - Vanessa.
 - Oi?
 - Quer se casar comigo? disse ele abrindo caixinha do anel.
 - Sim. - disse ela

John se levantou e colocou o anel e Vanessa a beijou. E Vanessa fez o mesmo.


Não me matem!!
Comenteem  

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Cápitulo 36

.... mas, o inesperado aconteceu. Vanessa se sentiu mal, ela estava tonta, estava com a visão enbaçada, pálida, fria e temendo. Em geral ela estava passando mal. Logo se sentou na cadeira e Natalie foi ajuda-la.

 - Marc ligue para a ambulância. - mandou Natalie.
 - Eu estou bem - disse Vanessa
 - Não, não esta, é a terceira vez essa semana, olha que estamos na terça feira.
 - Natalie eu estou bem.
 - Não importa, das outras vezes eu fiz a sua vontade, de não ir ao medico, agora você vai.

Vanessa fez cara feia, igual uma criança que não queria tomar remédio. Em alguns minutos ela estava em direcção ao hospital, o enfermeiro fazia os primeiros procedimentos em Vanessa enquanto ela ligava para John. O medico fez um exame de sangue em Vanessa. John estava o lado dela, enquanto eles esperavam o resultado, eles conversavam. Natalie estava com Vanessa, pois Vanessa havia pedido para ela ficar.
Quando o medico voltou ele disse com o resultado na mão.

 - Você esta gravida.
 - O que? - disse John - Mas como, nos...
 - Vou deixa-los asos.
 - Estou lá fora - disse Natalie acompanhando o medico.

 - Vanessa é dele não é?
 - É - disse ela.
 - Porque não me contou.
 - Porque fiquei com medo da sua reação.
 - Não precisa ficar, eu estarei com você do inicio ao fim das nossas vidas

Ele a beijou e disse que a amava, mas foram interrompidos pelo medico que disse:

 - Vamos fazer uma utrasonografia?
 - Claro. - Vany

Vanessa se deitou ele ele disse quantos meses ela estava, um mês e meio para ser certo. Seis semanas. Ela estava radiante ao sair do hospital. Havia pensado em ser mãe antes, mas quando era mais jovem, agora tudo estava acontecendo tão rápido, e seria anda mais difícil esquecer Zac, e olhar nos olhos azuis daquela criança e a enganar, dizendo que John era sue pai. Mas tinha muito tempo ate lá. Mas por enquanto ficaria com John.

Gostaram??
Divulgação:

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Capitulo 35

Beem, acho que muitos de vocês devem esta me odiando agora ne?? Mas tem um motivo, eles ter que ficar separado na fic, vai ser só por alguns capitulos.. Logo logo eles estaram juntos novamente. :D

*** 

A semana passou, Zac não deu sinais de vida a ninguem assim que chegou na América, ele não foi exactamente para Nova York, foi para Los Angeles onde iria começar sua nova vida. Vanessa não atendia nenhum telefonema e nem deixa John entrar quando ele vinha vê-la. Ela passou a semana deitada. Ate que um dia resolveu deixa-lo entrar.

 - O que foi? - disse ela
 - O que foi digo eu, você não me atende, não posso vê-la, o que eu fiz?
 - Você - ela fez uma pausa - Nada, eu estou apenas confusa, e quero um tempo para colocar meus pensamentos no lugar.
 - Tudo bem, se você quer um tempo, eu te darei um tempo.
 - Obrigada
 - Mas lembre-se, sempre estarei aqui quando mais precisar
 - Obrigada - Vanessa deu um abraço nele e ele saiu.

Vanessa fechou a porta e poise a pensar não sabia o que fazer, queria Zac de volta, sabia errou não acreditando nele e não ouvindo o que ele tinha a dizer, disse apenas a frase errada, uma estupidez na verdade. Mas por outro lado gostava de John, mas não queira usa-lo para esquecer Zac. Ela ligou para Ashley que logo atendeu o telefone.

 - O que eu faço - disse ela depois de quase uma hora no telefone.
 - Não sei. O Zac não esta ai?
 - Não, pegou voo de volta de madrugada.
 - Ele não chegou aqui ainda.
 - Ele me odeia
 - Ele não te odeia, esta cansado de correr atrás de você.
 - Agora sim, que sei que ele nunca mais vai vim atrás de mim.
 - Acho que agora, e para você ir atrás dele.
 - Mas,
 - De apenas um tempo, deixe ele refletir, e reflita também.

Horas depois.

 - E então como é esse tal de John?
 - Ele é legal, incrível, gentil, carinhoso.
 - Ele é bonito
 - É - ela riu ao responder
 - Então, fique com ele. Apenas para esquecer os problemas e ver o que realmente quer da vida. Mas não se envolva totalmente

Elas ficam conversando ate a ligação cair. Vanessa depois da longa conversar foi tomar um banho, e aproveitou para refletir sobre a conversa com Ashley. Depois ligou para John, resolveu se abrir com ele, falar o que estava pensando e que iria ver o que vai da. Eles marcaram de se encontrar no mesmo café que tinha se conhecidos. Zac já havia se adaptado a Los Angeles, comprou um apartamento novo, e ficou na empresa de Los Angeles. Ele de certo modo se sentia arrependido pelo que fez, por não ter ficado com Vanessa. Mas não iria voltar atrás.

 - Entendeu? - disse Vanessa
 - Perai, Você esta querendo dizer, que podemos ficar juntos, mas você de certo modo se sente confusa?
 - Sim
 - Então quer dizer que é sinal verde. - disse ele
 - É.

Ele a beijou, com toda delicadeza do mundo Vanessa correspondeu. Delicado ele disse que a amava, ela apenas sorriu.

2 Meses Depois.
 Vanessa estava aos poucos se apaixonando por John, Zac nunca ligou, mandou carta ou mensagem, mas ao contrario vivia com Vanessa na cabeça. Pensava o que ela estaria fazendo. Ashley sempre ligava, depois da ida de zac a Londres não tinha o visto mais. Zac teve alguns outros relacionamento, mas poucos e de pequenas durações, duas semanas era o máximo. Vanessa estava nervosa, vivia nervosa, bem isso a mais ou menos um mês e meio. Estava muito sentimental, e chorava por qualquer coisa. John tentava nesse momentos de ''crises'' ser mais carinhoso possível. Vanessa trabalhava em uma revista de moda, como editora chefe. Ela fez ate novas amizades com Alice e Natalie.

 - Vane você esta se sentindo bem? - disse Natalie ao levar o copo de agua. - Não parecer bem
 - Eu estou bem podemos ir para a reunião - disse ela pouco depois de beber a agua.

Vanessa e Natalie foram para a reunião. Ele acontecia sem probelmas, Vanessa concordava com algumas coisas outras não, mas o inesperado aconteceu....

Estão gostando?
Comentem..
xoxo

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Capitulo 34

 - Eu vou te matar .... - disse Zac furioso

 - Porque Zac?
 - A Vanessa acha que era eu que estava com a Milena
 - Mas porque não fala pra ela que era eu?
 - Se ela quisesse me escutar - disse Zac mais nervoso ainda.
 - Ih cara ta ferrado.
 - Você que ta ferrado, quando eu chegar ai vou te matar
 - Tchau

Zac furioso tacou o celular na cama, e ficou pensando onde Vanessa poderia ter ido. poderia ter ido a milhares de lugares, Shopping, parque, jantar, conhecer a cidade. Enfim, ele preferiu espera-la. Vanessa e John estava se divertindo, John avida dado um ursinho de pelúcia para ela, e ela adorou. Estavam se divertindo, depois se sentaram em uma lanchonete e comeram cachorro-quente.

 - Estou me divertindo muito, obrigada. - disse Vanessa
 - Que bom, era para você se divertir, e vou te ser honesto, adorei passar a tarde com você.
 - Eu também, você é muito legal, um otimo amigo.
 - Quem sabe mais que um amigo? - disse ele se aproximando dela.

John se aproximou de Vanessa, ambos de certa forma se sentia atraídos, John sentia o perfume de Vanessa, ele a puxou delicadamente para perto dela e selou seus lábios no dela. O pior foi, Vanessa deixou, VANESSA DEIXOU, ao invez de dizer, não estou pronta para outro relacionamento, não ela deixou que ele a beijasse.

 - Desculpe, não devia ter feito isso - disse ele ao se afastar dela.
 - Claro que devia - (morri) - você estava certo, devo esquecer o passado e me ligar no futuro. Eu gosto de você John, você é um cara legal, honesto, divertido, gosto disse em você.
 - Eu também gosto de você, por trás desse rostinho de menininha esconde uma mulher, uma mulher que estava sofrendo, mas não esta mais. Vanessa eu te amo - disse ele

Vanessa fechou os olhos e por estante a imagem que a veio em mente foi a primeira vez que Zac disse que a amava. Por segundos, pensou o que ele estaria fazendo. Se sentia sua falta.

 - Eu também - disse após afastar seus pensamento sobre Zac.

Ele se aproximou dela novamente e a beijou. Zac estava impaciente, não aguentava mais de ansiedade, já foi na recepção, rodou todos os cantos do quarto do hotel. Agora estava andando de um lado para o outro no corredor. Quando viu o elevador se abrindo se escondeu. Vanessa e John sairam de mãos dadas. John acompanhou Vanessa ate a porta do seu quarto e disse:

 - Durma bem
 - Você também.
 - Te amo
 - Também - disse Vanessa

John beijou Vanessa delicadamente e saiu, do final do corredor viu ela acenar e entrou no elevador. Zac saiu do seu "esconderijo", estava muito chateado, com raiva, frustrado. Pensou que seria tarde de mais para dizer a Vanessa a verdade, mas bateu na porta e Vanessa foi abrir.

 - Zac?! - disse Vanessa surpresa
 - Oi. - disse ele - posso te fazer uma pergunta?
 - Pode - disse ainda espantada
 - Você esta namorando? - disse ele
 - Não. - admitiu ela.
 - Você gosta dele?
 - Não sei.
 - Então nada me impede de fazer isso?
 - O que?

 Zac puxou Vanessa para perto de si e tomou conta dos lábios dela. Vanessa tentou resistir por alguns minutos, mas depois deixou-se levar pela sensação de ter a parte que faltava de volta. Sem conseguir resistir, ambos entraram para dentro do quando, Zac fechou a porta sem parar de beijar Vanessa. Nenhum dos dois falou nada apenas deixaram levar pela sensação. Vanessa esqueceu de tudo, dos problemas, de John, de que estava errado o que estava fazendo, da "traição". Esqueceu de tudo. Após uma noite maravilhosa, ambos sabiam que sentiam falta um do outro, que se completavam de serta forma.
 Vanessa e Zac dormiram em conchinha. Quando Vanessa acordou percebeu a situação que estava. Ela ficou olhando Zac, sentia falta do calor do corpo dele junto ao dela, sentia falta dos abraços e te amos dele. Sentia falta dele por inteiro.

 - Bom dia - disse ele beijando-a
 - Zac, esta errado.
 - O que? - disse ele
 - Nos
 - Porque? para mim esta completamente correto
 - Zac, estou confusa.
 - Vanessa, me escuta. - disse ele fazendo-a ficar em silencio. - Quem você viu com a Milena
 - A não esse assunto de novo não - disse ela colocando um coat e se levantando.
 - Não era eu Vanessa.
 - Quem era Zac? E como posso acredita que não era você?
 - Não confia em mim?
 - Confio
 - Não você não confia - disse ele colocando sua bermuda e pegando suas coisas
 - Zac - disse ela indo atrás dele.

Zac entrou no seu apartamento e Vanessa ficou do lado de fora, chorando.

 - Zac, por favor abre a porta. - disse quase socando a porta.

Vanessa gritava atoa, Zac não iria abrir, Em um momento, Vanessa desistiu e entrou para o quarto, se jogou na cama e começou a chorar. Zac estava em seu quarto, arrumando sua mala, estava decidido a voltar para Los Angeles e esquecer Vanessa o mesmo valia para Vanessa, porem ela iria continuar em Londres.

Vocês me odeiam ne?
Mas vocês vão entender o porque. Tudo tem um porque, como eu tinha dito faz parte da historia..
xoxo

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Capitulo 33

 - Esta cansada? - perguntou John
 - Sim, andamos de mais. - disse ela
 - Vem vou te levar para casa - disse ele chamando um taxi.
 - Obrigada.

Assim que o taxi parou, ela disse o nome da rua e em menos de vinte minutos já estavam lá.

 - Quer entrar? - perguntou Vanessa
 - Se não for encomodar
 - Que nada

Eles entraram e Vanessa disse a ele para espera que so iria trocar de roupa, quando ela voltou ele disse.

 - Zac te mandou vinte mensagens e te ligou sete vezes. - Vanessa não disse nada e apenas abaixou o olhar. - Me desculpe, mas se ele te fez sofrer tanto seja porque talvez ele não mereça seu amor - (odeio esse cara) - Não quero ve-la triste, vamos sorria,

Vanessa olhou para ele e abriu um leve sorriso.

 - Assim é bem melho. Mas quer saber algo que possa te agradar?
 - O que?
 - Parque de diverções. Agrada todo mundo. Tem muitas coisas legais, e que garanto que podem levantar seu humor.
 - Tudo bem
 - Te pego as nove.

Quando o avião desembarcou em Londres era nove horas, Zac se sentiu feliz, mas não sabia se Vanessa sentiria a mesma coisa, mas não custa tentar, como estava tarde ele resolveu deixar para procure-la amanha cedo. Se hopedou em um hotel, quando estava entrando esbarrou em um homem alto que disse:

 - Desculpe - disse John.
 - Tudo bem, estava destraido. - disse ele pegando sua mala que caiu - Sou Zac.
 - John.
 - Praser.
 - Igualmente, mas tenho ir. Talvez depois nos esbaramos por ai.
 - Claro

John seguiu seu caminho e Zac o seu, enquanro John esperava Vanessa abrir a porta ele pensou: "É melhor não contar para a Vanessa"

 - Oi John.
 - Oi Nessa
 - Vamos?
 - Vamos, - ele disse - a proposito esta linda.
 - Obrigada.

Enquanto Vanessa e John esperava o elevador, Zac ligava para Vanessa. O som do telefone chamou a atenção de Zac, e logo ele mirou seu olhar para o fim do corredor, para as duas pessoas entrando no elevador. Zac desligou e disse:

 - Não pode ser. - ele saiu correndo pela escada ate a recepção mas era tarde mais. - Pode me informar o nome da mulher que saiu do elevador aqui agora? E que quarto ela esta? - perguntou
 - Desculpe, mas não posso informar. - disse o recepcionista
 - Mas é caso de vida ou morte.
 - O que você é dela?
 - Irmão - disse Zac apos um momento em silencio - Sou irmão dela, nossa mãe esta com cancer e ela queria dar um ultimo adeus antes de partin - ele pensou "que mentira mais mentirosa".
 - Se for assim sim. - disse ele antes de olhar no computador. - O nome dela é Vanessa Hudgens e esta no quarto 111.
 - Obrigada. Aposto que minha mãe ira ficara feliz

Zac voltou, para seu quarto, pelomenos uma oportunidade de tentar esclarecer as coisa, ele fica andando de um lado para o outro no quarto esperando Vanessa chegar, ele fica pensando o queiria falar para ela, mas foi interropido pelo seu celular.

 - Alo? - disse Zac
 - Cara vou te dizer uma coisa, sua secretaria e a maior gostosa
 - Eu vou te matar ....

Gostaram?
Comenteem, Por favor...
xoxo

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Capitulo 32

 - Ela não quer me escutar Ashley
 - A Vanessa e sua cabeça dura.
 - Me fala para onde ela foi.
 - Não posso. - disse Ashley
 - Ashley
 - Ta, mas não fala pra ela que eu que te contei. Ela esta em Londres.
 - Londres. Mas que parte
 - Ei eu não sou um génio também não.
 - Mesmo assim você é de mais - disse ele antes de sair em disparado

Zac corria contra o tempo, por telefone comprou uma passagem para Londres, e por incrível que pareça havia apenas uma cadeira sobrando, para o voo que desembarcava hoje aos meio dia, e assim que chegou em seu apartamento pegou suas coisas colocou na mala e saiu correndo em direção ao aeroporto, E enquanto isso Vanessa se divertia ao lado de John, ela por pequenos momentos, se sentia atraída por ele e esquecia Zac, mas ele logo falava algo carinhoso ou gentil e logo se lembrava de Zac.

 - Eu não vou comer isso. - disse Vanessa fazendo cara feia para a comida que estava no prato
 - Porque não, e uma delicia.
 - Na-na-ni-na-não. E nojento
 - É Escargot Bourguignon en Croute
 - Tradução caracol Bourguignon en Croute
 - Não é lesma - ele riu - já disse que é Escargot Bourguignon en Croute
 - Lesma - insistiu ela
 - É uma comida francesa, culinária chique.
 - Prefiro a minha culinária McDonolds.
 - Experimenta apenas um pedacinho do Escargot Bourguignon en Croute


Vanessa encarou o prato, e disse:

 - Juro que vi uma caracol se mexendo.
 - Nos não servimos comida viva aqui senhorita - disse o garçon
 - Então fale com o seu gerente para aumentar o fogo pois isso aqui ta vivo.
 - Esta parecendo uma criança Vanessa, coma a comida - disse John olhando em volta
 - Eu não vou comer lesma. - disse Vanessa se levantando e saindo do restaurante.

John colocou o dinheiro encima da mesa e saiu atrás de Vanessa

 - Ei desculpe, tudo bem? Não quiz que isso a acontecesse apenas achei que gostaria de experimenta Escargot Bourguignon en Croute.
 - Não, eu não queria experimentar caracol, agora estou com fome.
 - Otimo, escolha o restaurante
 - Melhor ainda.

Eles foram ao lugar preferido de todos, McDonalds. zac dentro do avião não esperava a ansiedade para contar a verdade para Vanessa. Ele igual a Vanessa dormiu metade da viajem, a outra metade ficou ouvindo musica. Vanessa estava se divertindo, após quase ser forçada a comer caracol, preferiu um hamburguer com fritas.

 - Isso faz mal.
 - E caracol também - ela riu
 - Você é linda sabia
 - Obrigada.
 - Serio, você é uma pessoa incrível, uma mulher incrível. Eu gosto de você
 - John, me desculpe, mas não estou pronta para me envolver em outro relacionamento, podemos ser amigos por enquanto, mas nada mas, espero que me entenda
 - Claro.

Gostaraam???
Comenteem!!
xoxo

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Capitulo 31

 O voo foi calmo, Vanessa dormiu a maior parte do tempo, quando desembarcou em Londres havia já um taxi a esperando. Ela foi conhecer um pouco a cidade, os monumentos historicos, paisagens, e depois seguiu ao hotel.
 Quando chegou no hotel, abriu as malas e foi tomar um banho. Quando saiu foi a um café duas quadras do hotel.

 - O que deseja? - disse a garçonete.
 - Um café.
 - Claro.

Assim que o pedido de Vanessa chegou, seu telefone tocou.

 - Vane, como foi a viajem? Você chegou bem? A quanto tempo ja esta ai? Como é ai? O Zac esta pessimo. Já encontrou alguem?
 - Ashley
 - Oi?
 - Uma pergunta de casa vez amiga.
 - Primeira: Como foi a viajem?
 - Boa, não vi nada na verdade.
 - Chegou bem?
 - Sim, cheguei bem.
 - A quanto tempo esta ai?
 - Pouquinho, menos de uma hora
 - Como é ai?
 - Legal, bonito. Tem um café muito bom. - ela riu ao perceber depois o que disse.
 - O Zac ta pessimo. - disse Ashley
 - Eu também.
 - Vanessa
 - O que foi?
 - Para de besteira
 - Se você pegasse o Jared com a secretaria o que iria fazer?
 - Mata-los.
 - Pois é
 - Ja encontrou alguem?
 - Não, eu acabei de chegar.

Elas conversaram mais um pouco ate a ligação cair.

 - Conlisença, sera que eu poderia me sentar com você, o local esta cheio e... - disse  um homem, alto, moreno e com sotaque italiano
 - Claro. - disse Vanessa
 - E nova na cidade? - disse ela antes de fazer seu pedido
 - Sou. - respondeu ela
 - Já conheçe a cidade?
 - Não, cheguei hoje cedo.
 - Aceita minha compania para mostra-lhe a cidade.
 - Hum, - ela pensou um pouco "ele é bonito, não é comprometido, e é bonito, mas eu nem sei o nome dele" - Claro, mas qual é seu nome?
 - Oh, me desculpe, que falta de educação. Sou John.
 - Vanessa.
 - Belo nome.
 - Obrigada - Vanessa sorriu

John, era um grande empresario, tinha 26 anos, e estava solteiro. Ele veio de uma familia de franceses e italianos, se mudou para Londres para começar sua carreira, e hoje é um dos melhores em sua area.

 - Posso te perguntar uma coisa, mas não me leve a mal.
 - Claro. - respondeu Vanessa
 - O que uma moça tão atraente faz na cidade sem um namorada. - Ao ele terminar de dizer, Vanessa a abixou o olhar e entristeceu-se - Desculpe não deveria ter peguntado, mas seija o que aconteceu, você ira superar.
 - Tudo bem.
 - Vamos? - disse ele se levantando.
 - Vamos.

Ele levou Vanessa a varios lugares, ele esta demonstrando pequeno interesse em Vanessa, mas ela sempre mudava logo de assunto, e por mais que quizesse, e/ou tentasse não conseguia tirar Zac de sua cabeça, e o pior agora quando ele ligou para ela.

 - O que foi? - disse Vanessa
 - Onde você esta? - Zac
 - Acho que não devo mais explicaçoes a você - Vanessa
 - Vanessa, vamos conversar, temos que explicar o que etsa acontecendo, eu não estou entendo nada
 - Claro, se fazer de vitima e o melho modo de se livrar dessa, mas Zac dessa vez não vai dar certo. Eu já estou descidida. Adeus. - Ela desligou o telefone

 - Me desculpe era engano.
 - Quem é Zac?
 - Meu ex-noivo - disse ela o que ele tanto queria saber. - Olha sei que você quer saber o que aconteceu, mas eu não me sinto pronta para contar. Doi me entende.
 - Entendo. Minha noiva me traiu a seis semanas.
 - É você me entende
 - Venha, vou te levar em um dos melhores restaurantes da cidade.

Gostaram?
Cai entre nos, eu não foi com a cara desse John.. kkk'
xoxo

Capitulo 30 - MINI

Assim que Vanessa chegou na casa de Ashley elas se abraçaram e Vanessa chorou mais, e mais.

 - Você é a única em que eu posso confiar - disse Vanessa
 - Fique tranquila, vai dar certo.
 - Bem eu espero - ela respirou fundo, enxugou as lágrimas e continuou. - Eu já avisei a todos os convidados que não haverá mais casamento, e ja dês-fiz todos as encomendas
 - Vai dar certo, você vai ve. 

Vanessa deu um meio sorriso, e elas ficaram conversando, e durante a conversa Ashley conseguiu fazer Vanessa rir umas duas vezes, fazia dois dias que Vanessa não ria do modo como riu.

 - Esta na hora - disse Vanessa
 - Quer que eu vá com você ao aeroporto?
 - Sim
 - Vamos. - Ashley pegou sua bolsa e ela foram em direção ao aeroporto.

[...]

 - Não esqueça de escrever, ou ligar. E caso encontre um inglês avisa ta, vou querer saber tudo - disse Ashley
 - Tudo bem. - ela riu - Vou sentir sua falta - disse Vanessa a abraçando.
 - Eu também.

 Vanessa caminhou ate o portão de embarque e acenou para Ashley, que fez o mesmo movimento.
 Vanessa olhou para frente e tomou coragem e seguiu em diante.

Desculpem, estou ocupada...
Mas hoje de noite tem mais um post
Comenteem
xoxo

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Capitulo 29

Assim que saiu pela porta Vanessa suspirou pensando no que faria daqui para frente, sabia que era difícil, mas teria que superar isso de cabeça erguida. Ela foi para um hotel e ficou lá durante alguns dias, ela já tinha decidido o que iria fazer, e para onde ir, ela pedir trasferencia de emprego, e iria para Londres

 - Você tem certeza que é isso que vai fazer? - Ashley
 - Já estou decidida, vou para Londres, nunca mais quero vê-lo - Vanessa
 - Vane você sabe que esta sendo idiota - disse Ashley
 - Tanto faz, só não aguento mais. Ele não fez isso só uma fez, foram varias.
 - Eu irei te apoiar não se preocupe.
 - Te amo - disse Vanessa abraçando Ashley.

Vanessa ficou conversando com Ashley durante horas, ate que ela resolve ir da uma volta, seu ultimo passeio por Nova York, pois se dependesse dela, não colocaria os pés naquela cidade nunca mais.

 - Me Escute – disse Zachary tocando os ombros dela
 - Me deixe em paz - disse Vanessa o encarando
 - Me escute Vanessa Vanessa
 - Me deixe em paz. Você me magoou muito Zac, por mais que eu tente esquecer não consigo
 - Só uma chance
 - Uma? Já te dei varias chances, e pelo que vejo as desperdiçou – disse recuando
 - Vanessa
 - Não consigo, me desculpe - ela deixou escapar algumas lágrimas e saiu correndo.

No meio do caminho ela já tinha percebido que correu muito, e se sentou em um banco para raciocinar a mudança que estava acontecendo em sua vida, ela foi para o shopping, resolveu gastar um pouquinho no seu ultimo dia em Nova York antes de pegar o voo as dez e meia da noite.

Apos pagar suas compras, ela se virou em direção a saída, magoada, chateada, com raiva e espatanda disse:

 - Pare com essa perseguição Zachary - disse se desviando dele e indo a saída
 - Só quando você entender que é a razão da minha vida. - disse Zac indo atrás dela
 - Assim como a sua secretaria? – disse em tom de deboche
 - Vane não. Por favor me perdoe?
 - Não da. - ela fez uma pausa - E para que? Para você pegar meu coração de quebra-lo novamente? - disse ela - Zac eu te amo, mas não da mais. Pra mim acabou
 - Vanessa - disse ele
 - Eu te amo - ela acariciou o rosto dele pela ultima vez, e suspirou e saiu andando.

 Vanessa se sentou em um banco e começou a chorar, chorou ate uma idosa perguntar se ela estava passando mal. Assim que chegou em casa deitou na cama alguns minutos e depois foi se arrumar para pegar o voo.
 Assim que Vanessa deixou Zac parado, sozinho, triste na porta da loja ele foi para a casa da Ashley. Assim que chegou lá disse:

 - Eu a perdi
 - Você não a perdeu, - disse abraçando Zac - ela apenas esta de cabeça quente. Depois vai te perdoar.
 - Não vai, ela disse que acabou pra ela
 - Eu conheço a Vanessa, ela vai te perdoar. - O telefone de Ashley toca assim que ela termina de dizer


 - Ashley.
 - O que aconteceu. - disse ela fazendo um gesto para Zac esperar
 - O Zac foi atrás de mim hoje.
 - Vane
 - Eu o amo tanto
 - Porque não o perdoa?
 - Porque se eu perdoa-lo ele ira acha que se fizer isso outras vezes eu irei perdoa-lo. E eu já estou decidida
 - Se é assim que você quer, eu irei te apoiar.
 - Obrigada.
 - Tudo bem, mesmo achando que isso esta errado.
 - Tudo bem, eu vou passar ai para nos despedimos. - disse Vanessa
 - Pa..passar aqui?
 - É, ou você quer que eu viaje sem me despedir?
 - Não. tudo bem
 - Ate. - disse Vanessa antes de desligar

Fudeu, pensou Ashley antes de ir a sala novamente

 - Eu já vou Ashley
 - Tudo bem, e saiba que a Vanessa ainda vai voltar atras - disse Ashley
 - É o que eu espero.

Liked?
Comment (:
xoxo

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Capitulo 28

Assim que acordou Zac, preparou o café como de costume, e deixou um pronto para Vanessa, e saiu para trabalhar. Vanessa acordou com o rosto vermelho e inchado, ela chorou, mas do que podia. ela lavou o rosto e resolveu sair, ir tomar café, a qualquer lugar.

 - O que deseja?
 - Um café bem forte - disse Vanessa
 - Um momento.

Vanessa tomou duas ou três chincaras de café forte, e imaginou que Zac tinha saído para trabalha, ela foi para casa. Assim que chegou lá estava tudo quieto e silencioso, ela foi ate a cozinha e viu uma bandeja de café da manha com flores. Ela foi ate o quarto onde já passou muitas noites com Zac. Ela se sentou na cama e ligou para Ashley. Em menos de cinco minutos Ashley já estava la abraçando Vanessa.

 - Amiga, respira e conta o que aconteceu, o Zac me falou que não dormiu em casa, onde estava.
 - Estava no meu antigo apartamento. - disse ela entre lágrimas
 - O que aconteceu?
 - Eu vi ele com a secretaria - disse Vanessa
 - Eles poderiam estar conversando sobre o trabalho Vanessa, para de ciumes
 - Eles estava fazendo sexo com ela
 - Ai as coisas mudam de figurar. - disse Ashley. - Tente conversar com ele, antes de tirar ideias precipitadas
 - Eu vi, não é ideia. Eu vi Ashley. Eu vi - disse ela magoada.
 - Tente o entender, talvez ela tenha o forçado não?
 - Ashley, ele sussurrava o nome dela, dizia que ela era a melhor coisa que aconteceu na vida dele, e ela retribuia as palavras. - Vanessa voltou a chorar
 - Vane
 - Meu Deus o que eu fiz? - disse chorando ao lembrar da cena
 - Nada, você não fez nada - sussurou Ashley tentando acalmar Vanessa

Ashley ficou consolando Vanessa ate Zac chegar na hora do almoço

 - Bom, eu já vou, acho que vocês prescisam conversar. - disse Ashley.
 - Tchau. - disse Vanessa sem olhar para Zac
 - Meu amor, onde você estava - assim que ele se sentou na frente dela ela levantou. - O que esta acontecendo meu amor? onde você passou a noite fiquei preocupado - disse se aproximando dela para beija-la

Vanessa deu um tapa na cara de Zac

 - Vanessa! - disse Zac espantado.
 - Nunca mais tente me beijar. Acabou tudo que havia entre nos, fim. Não aguento mais Zac - ela tirou o anel de noivado do dedo e entregou a ele
 - Porque? O que esta acontecendo?
 - Vai pode ir, sei que a Milena e a mulher da sua vida. E também sei que vocês transaram ontem
 - Vanessa eu... - tentou inciar ele, mas com a frustração que Vanessa estava era impossivel terminar a afrase
 - Não tente arranjar uma desculpa ou dizer que é mintira, eu sei que é verdade, eu vi Zachary, eu vi.

Vanessa não disse mais nada, nem Zac, ele não conseguiu dizer uma palavra se quer. Vanessa pegou a mala no guarda roupa e jogou todas as suas roupas dentro e a feichou.

 - Para onde você vai Vanessa?
 - Não é da sua conta
 - Vanessa para de fazer isso comigo? Eu não estou entendendo nada
 - O que quer eu faço? Quer que eu finja como isso fosse um conto de fadas? Não da Zac, eu cansei de sofrer e é sempre a mesma coisa. Você sempre me magoa. Sabia que estava vivendo um sonho e que iria acordar um dia ou outro, e esse dia foi duas semanas antes do dia mais importante da minha vida. Do nosso casamento.
 - Vanessa...
 - Zac traição para mim não tem perdão, eu perdou tudo, menos se eu ver voce transando com outra mulher.
 - Vanessa eu te amo
 - Eu também, eu te amo muito, mas do que qualquer um pode imaginar, mas não da. Acabou pra mim
 - Você vai deixar que acabe assim?
 - Não, você deixou. Adeus Zac - disse ela saindo pela porta com a mala

E ai? o que acharam?
Se não estiverem gostando podem falar ta? so não exculachem..
xoxo
Atualizado: desculpem não ta muito grande, eu disse antes que se tivesse 12 comentários ou mais seria enorme, mas hoje eu não to bem. Estou passando mal dês de madrugada. (tiveram sorte, pois esse capitulo já estava escrito.)
Amanha eu faça outro maior conpençando esse.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Divulgação

Zanessa Forever
É otimo passem lá.
Eu adorei.
xoxo

Capitulo 27

 - Oi meninas - disse Vanessa ao ver Ashley e Taylor em um café.
 - Oi Vane - disse as duas juntas
 - Novidades? - Taylor
 - Sim, a Senhorita Tisdale deu o endereço de Zac para o Scott e o Zac ficou com ciumes.
 - Foi mal - Ashley
 - Foi pessimo - Vanessa
 - Realmente, dar o endereço do Zac para o ex da Vanessa - Taylor - Não da certo
 - Ta legal deculpa. - Ashley
 - Mudando de assunto - disse Taylor - Vamos fazer compras?
 - Otimo, eu estou precisando gastar. - disse Vanessa, e riu depois da fala

Vanessa, Taylor e Ashley ficaram a tarde toda fazendo compras. E depois parte da tarde foi dedicada ao casamento. seria tudo perfeito, Vanessa estava fazendo com que saisse perfeito.

 - Qual eu escolho? - disse Ashley com dois vestidos na mão.
 - Esse aqui. É a sua cara - Vanessa
 - E verdade - Taylor

Algumas horas depois

 - Meninas eu vou para casa vou fazer uma supresa para o Zac
 - Ta - Ash e Tay
 - Tchau

  Assim que ela chegou em casa estava tudo normal, escuro, e um bilhete na geladeira era de Zac dizendo que estaria no trabalho, tinha que resolver uma confusão que aconteceu por causa de um documento errado. Ela ficou assistindo TV, depois descidiu ir fazer uma surpresa para Zac. Ela tocou de roupa, e pegou o carro na garagem e foi para a empresa
  Assim que ela chegou ela foi direto a sala dele, a nova secretaria, Milena não estava, então ela descidiu entrar.
  Vanessa tocou a maçaneta, e entreabriu a aporta, a sala estava escura, apenas com o abaju ligado. Uma onda de pavor percorreu o corpo de Vanessa, faltando apenas duas semanas para o casamento, ela pega Zac com a secretaria. Vanessa não disse nada, não gritou, não xingou, não fez drama, e não fez Zac implorar para ela o perdoar. Ela apenas olhou para o anel em seu dedo e pensou nas coisas boas que eles poderiam viver irem embora. Ela fechou a porta da mesma maneira que a abriu e esperou o elevador. Assim que ele abriu, Milena saiu da sala consertando a roupa e disse:

 - O que deseja? - disse ela
 - Morrer - disse Vanessa se segurando para não chorar. - Ou melhor, quero que você va para o inferno, você e o Zac. - disse com raiva
 - O que? - disse ela confusa
 - Você entendeu. - disse ela antes da porta de fechar.

Vanessa o mais rápido que pode entrou no carro, e foi para qualquer lugar. Ela queria ir para o lugar mais longe do mundo. Queria poder evaporar, igual agua. Ela foi ao central parque e ficou sentada por horas. Pensando no que iria fazer daqui para frente, cansou de sofre. Já nem sabe mais quantas lágrimas derramou naquela noite. Ela não sabia para onde ir, não iria para casa já que iria dar explicações a Zac porque mandou ele e a secretaria irem para o inferno. Ela pensou em falar com a Ashley, mas ela provavelmente estaria com o Jared. Ela não sabia onde era o apartamento de Taylor. E então sua ultima opção foi seu antigo apartamento.

Ela entrou no carro novamente e foi para lá. Assim que chegou lá fechou a aporta e deslisou ficou sentada no chão chorando, quando tomou forças para levantas mas a mesma imagem tomou conta de sua mente, ela arrastou a mesa para a porta, queria ficar presa ali ate mandarem a NASA procurar ela. No apartamento não tinha muita coisa, a mesa, que agora estava na porta, um criado mudo, colchão e outras coisas.

Assim que Zac chgou em casa ele procurou por Vanessa mas não a encontrou, pensou que estaria com Ashley então resolveu ligar para ela.

 - Alo - atendeu Ashley sonolenta
 - Ashley a Vanessa esta ai?
 - Tinha que ser você. O que ela estaria fazendo aqui as dez para meia noite?
 - Ela não esta ai?
 - Não Zac. Ela é sua noiva você devia tomar conta dela. - disse Ashley
 - Mas eu cheguei em casa agora e ela não esta aqui, vou tentar ligar para o celular dela
 - Boa noite

Zac ligou para a Vanessa. Vanessa olhou para o visou e viu a foto de Zac, ela deixou tocar, na segunda vez que ele estava ligando ela resolveu atender

 - Vanessa meu amor onde você esta? - disse Zac, mas Vanessa não respondeu - Vanessa, onde você esta?
 - Por ai, porque?
 - Vanessa, o que faz na rua essa hora? Amor volta para casa, tenho uma surpresa para você?
 -  Idiota - pensou Vanessa
 - Amor, onde você esta? Me diga que eu vou ai te buscar. - disse Zac.
 - Já disse que estou por ai, e não quero que venha me buscar - disse Vanessa tentando esconder o choro
 - Amor, o que esta acontecendo, estávamos tão bem de manha. - disse Zac - Querida estou preocupado com você, - disse Zac, mas Vanessa não disse nada - Vanessa!
 - O que foi car**ho? - disse Vanessa com raiva
 - Vanessa o que esta acontecendo, exijo saber, sou seu noivo
 - E eu exijo saber o que você estava fazendo hoje de noite
 - Trabalhando horas. - disse Zac. - Vanessa vai me dizer o que esta acontecendo agora ou..
 - Ou o que? - disse Vanessa morrendo de ódio de Zac
 - Vanessa meu amor, minha vida...
 - Não me chame de meu amor, de nada.
 - Você esta com outro certo? você esta rindo da minha cara, admita Vanessa

Vanessa desligou na cara dele e começou a chora tudo novamente, Vanessa com muito custo conseguiu pegar no sono, já Zac nem pregou os olhos ficou pensando em Vanessa a noite toda.

bubu'
:( Forgive Me!

Evanescence - Fogive Me.



domingo, 6 de fevereiro de 2011

Comentarios... (olhem)

Quando eu posto um capitulo eu as vezes quero uma quantidade de comentários, pois eu vou parar de pedir. Vou deixar vocês decidirem.

01 a 04 comentários - pequeno
05 a 08 comentários - medio
08 a 12 comentário - grande
12 por diante - enorme

Então depende de vocês.
ps: isso inicia amanha, para o capitulo 27 já esta valendo
ate amanha
xoxo

Capitulo 26

Assim se passaram dias, semanas, meses, Vanessa e zac decidiram se casar no final de Maio. Faltava apenas 3 semanas para a data marcada. O mal estar que Vanessa estava sentindo afinal não era nada, ela havia comido apenas algo que a fez mal. Vanessa estava uma pilha de nervos, estava com a ajuda de Ashley e Taylor arrumando as coisas para o casamento. Já era de noite ela estava no apartamento de Zac namorando um pouquinho...

 - E então onde vamos passar a nossa lua de mel?
 - Não sei, que tal na Inglaterra? - sugeriu Vanessa
 - Que tal irmos para a França
 - Para a França, que tal o Brasil?
- Decidido Vamos para o Brasil - disse Zac - mas que tal agora adiantamos nossa lua de mel?
 - Huum? - disse Vanessa - Você esta se comportando direntidinho
 - Estou, sou melhor noite, namorado do mundo
 - Convencido -  Vanessa riu - Mas já que esta se comportando merece uma recompensa.

Na manha seguinte. Ambos acordaram juntos e abraçados, Zac envolvia Vanessa com amor e ternura, e ela retribuía todos os sentimentos.

 - O que escolhe senhorita?
 - Quais são minas opções?
 - a primeira é: ficar comigo para sempre, ficar comigo para sempre e a terceira e ficar comigo para sempre.
 - Dificil - Vanessa riu - Eu escolho as três
 - Otimo. - Ao dizer isso Vanessa sentou em seu colo
 - Já disse que te amo?
 - Hoje? - perguntou Zac e Vanessa confirmou - Não
 - Pois bem eu...
 - Eu te amo - disse ele junto com ela.

Ela sorriu e o beijou, mas se separam ao tocar da campainha

 - Ah, Scott. Que surpresa
 - Oi Vanessa
 - Como encontrou aqui?
 - Ashley
 - Já era de se esperar. Entre. - disse Vanessa
 - Quem é amor? - disse Zac aparecendo na sala
 - Oi Zac - Scott
 - Oi Scott -  disse Zac frio
 -  Queria parabelizá-los pelo noivado, eu estava viajando antes e não deu para vir
 - Obrigada - disse Vanessa
 - Valeu - disse Zac se aproximando de Vanessa.
 - E pedir desculpa pelo que aconteceu alguns meses atrás
 - tudo bem, já é passado agora.
 - Então, eu já vou - Scott
 - Já vai tarde - sussurrou Zac
 - Então, ate mais. - disse Vanessa
 - Tchau - Scott
 - Tchau - disse Vanessa

 - Zachary
 - O que foi? - disse ele como se fosse inocente
 - Eu ouvi - disse se direc a cozinha.
 - Mas  eu estava mentindo, era melhor que ele nem estivesse vindo. Mas agora falando serio, você viu?
 - Vi o que?
 - Ele ficou o tempo todo olhando para o seu decote e para suas coxas. - ele partiu com a faca a fruta no meio.
 - Serei sempre sua, não importa o que aconteça - sussurrou ela no ouvido dele.

Juntos eles tomaram café juntos. Zac teria que ir trabalhar e Vanessa olhar alguns detalhes do casamento, ela queria que tudo saísse perfeito...

Gostaram?
9 Comentario para o proximo ta?!
xoxo